Medo ou Interesse: O que move você?

whatsapp-image-2017-09-04-at-8-23-23-am

É atribuída à Napoleão a seguinte frase:

Duas alavancas movem os homens: o medo e o interesse.

Compartilho com vocês uma reflexão que eu faço sobre ela.

Por alavanca se entende, no contexto da frase, um motivador, aquilo que nos leva a agir. Por exemplo, imagine que você está na savana africana, e um leão está atrás de você e, naturalmente, você sentirá medo, que te fará correr.

Agora, imagine que você continue na savana, e já está ali algum tempo, seu organismo sente falta de proteína, você precisa comer carne. Então você se põe a caçar um javali, a fim de saciar a sua necessidade, então você corre atrás de sua presa. Aqui prevalece o interesse (que podemos traduzir como necessidade, vontade, desejo, etc.), que, assim como o medo te fez correr.

Tanto o medo quanto o interesse são motivadores, alavancas que te propulsionam para algum lugar, mas qual a diferença entre eles?

Pense comigo: qual é a única satisfação que o medo traz?

É o alívio, claro! Se consigo escapar do leão (supondo que o leão já está velho e cansado, e que eu sou tão rápido quanto o Bolt) subindo em uma árvore ou me refugiando em uma caverna, serei tomado por uma forte sensação de alívio.

Já o desejo gera sentimentos de realização, satisfação pessoal, bem-estar e de dever cumprido.

É claro que ninguém é só movido pelo interesse ou só pelo medo, ambos são muito importantes. Por favor, se um leão estiver atrás de você, fuja (ou pelo menos tente). Mas, na vida, certifique-se de não ser movido apenas pelo medo, para não reduzir suas conquistas a alívios.

Ricardo Meloni

Idealista incurável, que acredita no potencial de transformação e de criatividade humana.