Você tem valor? Ou é apenas útil?

Você tem valor? Ou é apenas útil?

Em termos filosóficos útil é aquilo cujo valor encontra-se fora do objeto. Por exemplo, um carro é útil porque nos desloca de um lugar a outro, no dia em que ele deixa de fazer isso o mandamos ao ferro velho. Isso quer dizer que o valor do carro reside em sua função, o deslocamento que ele nos permite, e não em si próprio.

Quando alguém se coloca no mundo APENAS como útil, dispostos a ajudar a todos, abrindo mão das próprias necessidade e prioridades. Pode-se dizer que, seguindo esta linha de raciocínio, não se está reconhecendo o próprio valor e por isso se investe maciçamente em funções, tornando-se, muitas vezes, um canivete suíço humano.
Pessoas com dificuldade de falar não e impor limites aos outros, deixando-se sempre ser usado, muito provavelmente, têm grandes dificuldades em fazer este reconhecimento.

Quanto menor o reconhecimento do próprio valor, maior a necessidade em ser útil.

Ricardo Meloni

Idealista incurável, que acredita no potencial de transformação e de criatividade humana.